Sustentabilidade Agrícola e Biodiversidade Faunística - O caso do cultivo orgânico de cana-de-açúcar
Pagina Inicial SAC Equipe
  

Glossário Ambiental

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Letra: I (64)

ICTIOFAUNA » Totalidade das espécies de peixes uma região.

ICTIOLOGIA » Ciência que estuda os peixes.

ILHA » Porções relativamente pequenas de terras emersas circundadas de água doce ou salgada.

IMPACTADOR CASCATA » Equipamento de amostragem no qual o ar é impelido por meio de uma série de jatos de encontro a uma série de lâminas. As partículas presentes no ar então aderem às lâminas microscópicas, que são cobertas por uma substância adsorvente. As aberturas dos jatos são dimensionadas para permitir a distribuição das partículas por tamanho.

IMPACTO » Entende-se por impacto o efeito positivo ou negativo que uma determinada atuação produz nos elementos do meio ou nas unidades ambientais.

IMPACTO AMBIENTAL » É qualquer alteração das propriedades físicas, químicas e biológicas do meio ambiente, causada por qualquer forma de matéria ou por energia resultante das atividades humanas que, direta e indiretamente, afetam: a saúde, a segurança e o bem estar da população; as espécies de plantas e animais; as atividades sociais e econômicas; as condições estéticas e sanitárias do meio ambiente; a qualidade dos recursos ambientais.

IMPACTO AMBIENTAL A MÉDIO OU LONGO PRAZO » Quando o efeito se manifesta depois de decorrido um certo tempo após a ação.

IMPACTO AMBIENTAL DIRETO » Quando resulta de uma simples relação de causa e efeito, também chamado impacto primário ou de primeira ordem.

IMPACTO AMBIENTAL ESTRATÉGICO » Quando é afetado um componente ambiental de importância coletiva, nacional ou global.

IMPACTO AMBIENTAL IMEDIATO » Quando o efeito surge no instante em que se dá a ação.

IMPACTO AMBIENTAL INDIRETO » Quando é uma reação secundária em relação à ação ou quando é parte de uma cadeia de reações.

IMPACTO AMBIENTAL LOCAL » Quando a ação afeta apenas o próprio sítio e suas imediações.

IMPACTO AMBIENTAL NEGATIVO OU ADVERSO » Quando a ação resulta em dano à qualidade de um fator ou parâmetro ambiental.

IMPACTO AMBIENTAL PERMANENTE » Quando, uma vez executada a ação, os efeitos não cessam de se manifestar num horizonte temporal conhecido.

IMPACTO AMBIENTAL POSITIVO OU BENÉFICO » Quando a ação resulta na melhoria da qualidade ambiental.

IMPACTO AMBIENTAL REGIONAL » Quando um efeito se propaga por uma área além das imediações do sítio onde se dá a ação.

IMPACTO AMBIENTAL TEMPORÁRIO » Quando o efeito permanece por um tempo determinado, após a execução da ação.

IMPACTO ECOLÓGICO » Refere-se ao efeito total que produz uma variação ambiental, seja natural ou provocada pelo homem, sobre a ecologia de uma região, como, por exemplo, a construção de uma represa.

IMPORTÂNCIA DO IMPACTO AMBIENTAL » Ponderação do grau de significação de um impacto em relação ao fator ambiental afetado e a outros impactos.

IMPOSTO » Ver TRIBUTO.

INCERTEZA » Característica de um fenômeno ou de uma situação em virtude da qual esta não se concretiza necessariamente da mesma maneira, ainda que se repitam as condições em que ela se realizou, não se podendo sequer conhecer a probabilidade de ocorrência dos seus possíveis resultados.

INCINERAÇÃO » Ação de reduzir a cinzas os despejos: lodos do tratamento de água residuária, rejeitos urbanos ou industriais.

INCINERADOR » Equipamento utilizado para queimar resíduos sólidos, controlando-se a temperatura e o tempo de combustão.

INCITAÇÕES FISCAIS » As incitações fiscais visam a estimular os poluidores a modificar seus comportamentos. Elas podem tomar a forma de tratamento fiscal preferencial reservado a certas atividades, de subvenções diretas não reembolsáveis, de créditos de impostos, de isenções ou de deduções, ou ainda de vantagens fiscais para investimentos pouco poluidores.

INDICADOR » Um parâmetro, ou valor derivado de um parâmetro, que indica, fornece informação ou descreve um fenômeno, a qualidade ambiental ou uma área, significando porém mais do que aquilo que se associa diretamente ao referido parâmetro (ou valor).

INDICADOR AMBIENTAL » São os que refletem uma relação significativa entre um aspecto do desenvolvimento econômico e social e um fator ou processo ambiental.

INDICADOR DE DESENVOLVIMENTO » Quantificação de um fator que permite a comparação entre os graus de desenvolvimento econômico de diversas economias nacionais.

INDICADOR ECOLÓGICO OU ESPÉCIE INDICADORA » Organismos, ou tipos de organismos, tão estritamente associados a condições ambientais específicas, que sua presença é indicativa da existência dessas condições naquele ambiente.

INDICADOR DE IMPACTO » É um elemento ou parâmetro que fornece uma medida do significado de um efeito, isto á, da magnitude de um impacto ambiental. Alguns indicadores, tais como os índices de morbidez ou mortalidade ou a produção de uma colheita agrícola, associam-se a uma escala numérica. Outros só podem ser classificados em escalas simples, como 'bom - melhor - ótimo' ou 'aceitável - inaceitável'.

INDICADOR DE PRESSÃO AMBIENTAL » Aqueles que descrevem as pressões que as atividades humanas exercem sobre a meio ambiente, inclusive a quantidade e a qualidade dos recursos naturais.

INDICADOR DE RESPOSTA SOCIAL » Medidas que mostram em que grau a sociedade está respondendo às mudanças ambientais e às preocupações com o meio ambiente.

INDICADOR DE SUSTENTABILIDADE » Podem ser divididos em três grupos principais:

  1. os indicadores de resposta social (que indicam as atividades que se realizam no interior da sociedade - o uso de minérios, a produção de substâncias tóxicas, a reciclagem de material);
  2. os indicadores de pressão ambiental (que indicam as atividades humanas que irão influenciar diretamente o estado do meio ambiente - níveis de emissão de substâncias tóxicas);
  3. os indicadores de qualidade ambiental (que indicam o estado do meio ambiente - a concentração de metais pesados no solo, os níveis pH nos lagos).

ÍNDICE » Número adimensional que compara a situação de um fator ambiental com um valor de referência (padrão, limite aceitável) na avaliação da qualidade de um fator, um ecossistema ou um sistema ambiental.

INERTES » Substâncias supostamente neutras. Na produção de remédios e produtos agrícolas, servem para diluir os ingredientes ativos, funcionando como veículo.

INFECÇÃO » Ação de infectar ou estado do que está infectado. Penetração em um organismo vivo de micróbios que perturbam seu equilíbrio. O termo infestação reserva-se aos parasitas não-microbianos.

INFESTAÇÃO » Ação de infestar, estado do que está infestado. Penetração em um organismo de parasitas não-microbianos.

INFRA-ESTRUTURA URBANA » Conjunto de obras que constituem os suportes do funcionamento das cidades e que possibilitam o uso urbano do solo.

INGREDIENTE ATIVO » Termo utilizado para designar determinados componentes de produtos como remédios, agrotóxicos, adubos, ou outros produtos que constituem compostos químicos. Parte da mistura que atua efetivamente para atingir a finalidade desejada. Por exemplo, o ingrediente ativo de um herbicida é a parte da mistura do produto, tóxica neste caso, que mata as ervas daninhas.

INQUILINISMO » Associação interespecífica harmônica em que os indivíduos de uma espécie alojam-se em outra, obtendo proteção e suporte.

INSETICIDA » Qualquer substância que, na formulação, exerça ação letal sobre pragas.

INSOLAÇÃO » Exposição direta aos raios solares. A insolação é variável em cada lugar, segundo as condições climáticas e a importância da poluição atmosférica. Nas cidades, depende das partículas e da turbidez do ar.

INSTRUÇÃO TÉCNICA (IT) » Apresenta ordenações puramente administrativas, necessárias à formulação final do Regulamento de Licenciamento.

INSTRUÇÕES » Atos administrativos normativos que visam a orientar a própria Administração, internamente, no cumprimento de lei ou regulamento.

INSTRUMENTOS DE POLÍTICA » São os mecanismos de que se vale a Administração Pública para implementar e perseguir os objetivos de uma determinada política.

INSTRUMENTOS DE POLÍTICA AMBIENTAL » São os instrumentos que os formuladores da política ambiental empregam para alterar os processos sociais de modo que eles se transformem e se compatibilizem com os objetivos ambientais.

INSTRUMENTOS ECONÔMICOS » Em política ambiental, instrumentos que pressupõe a estratégia de "influenciar o processo de decisão em nível micro, isto é, aquele dos agentes econômicos relevantes, tais como os consumidores, os produtores e os investidores.

INTEMPERISMO » É o conjunto de processos que provocam a decomposição e desintegração de minerais e rochas. Exclui a ação das chuvas e ventos, que se considera como essencialmente erosiva.

INTERCEPTOR » São condutos de esgotos transversais a um grande número de coletores principais, podendo inclusive receber contribuições de emissários. Os interceptores caracterizam-se pelo grande porte em relação aos coletores das redes de esgoto.

INTERDIÇÃO DE ATIVIDADE » É o ato pelo qual a Administração veda a alguém a prática de atos sujeitos ao seu controle, ou que incidam sobre seus bens.

INTERDISCIPLINAR » Enfoque que integra dois ou mais processos ou pontos de vista científicos na resolução de um problema comum.

INTERNALIZAÇÃO DE CUSTOS » Consiste na conversão dos custos externos em internos com o fim de conseguir que pessoas ou empresas paguem os custos ou as conseqüências sociais negativas gerados por sua conduta ou atividade.

INTIMAÇÃO » Documento, emanado de autoridade competente, que tem por fim levar a conhecimento do interessado uma ocorrência, a fim de que o intimado possa se determinar, segundo as regras prescritas na legislação, ou fique sujeito às sanções nela contidas.

INUNDAÇÃO » É o efeito de fenômenos meteorológicos, tais como chuvas, ciclones e degelo, que causam acumulações temporárias de água, em terrenos que se caracterizam por deficiência de drenagem, o que impede o desagüe acelerado desses volumes.

INVENTÁRIO » Em estudos ambientais, qualquer levantamento sistemático de dados sobre um ou mais fatores ambientais em uma área.

INVENTÁRIO DE EMISSÕES » Coleção sistemática e comparação de informação detalhada a respeito das emissões de poluentes no ar, numa certa área.

INVENTÁRIO DE ESPÉCIES » Censo da flora ou da fauna que habita determinada área. O nível de resolução de tal censo depende dos objetivos do estudo, desde uma lista das espécies predominantes a outra completa.

INVERNO NUCLEAR » No caso de uma guerra nuclear, os cientistas imaginam que uma nuvem de resíduos impediria a passagem da luz e do calor para a superfície terrestre. Uma catástrofe desse tipo mataria de 100 milhões a 1 bilhão de pessoas imediatamente e seus efeitos maléficos permaneceriam no solo e na atmosfera durante séculos.

INVERSÃO TÉRMICA » Condição atmosférica na qual uma camada de ar frio é aprisionada por uma camada de ar quente, de modo que a primeira não possa se elevar. As inversões espalham horizontalmente o ar poluído de modo que as substâncias contaminantes não podem se dispersar.

INVESTIMENTO » Em sentido estrito, investimento é o gasto em bens de capital reais. Entretanto, na linguagem de todo dia, significa também qualquer despesa, ou ainda a realização de qualquer operação, que envolva um sacrifício inicial seguido de benefícios subseqüentes.

IRREVERSÍVEL » Uma situação natural é irreversível quando, uma vez alcançada, é impossível voltar ao estado inicial, resulta muito caro ou demanda um tempo muito grande comparado com o tempo decorrido para chegar a ela.

IRREVERSIBILIDADE » Ver IRREVERSÍVEL.

ISCA » Em controle de vetores "produto, sob forma de pó, granulado ou líquido, geralmente associado à um atraente, destinado a combater insetos ou roedores, podendo apresentar-se pronto para consumo ou para posterior preparo no momento de emprego.

ISOIETA » Linha que liga os pontos de igual precipitação, para um dado período.

ISOÍPSAS » Ver CURVAS DE NÍVEL.



A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z



Fontes

Miranda, Evaristo Eduardo. Coleção 50 Palavras: A Ecologia. São Paulo, Ed. Loyola, 1995.

Batalha, Ben-Hur Luttembarck. Glossário de Engenharia Ambiental. Rio de Janeiro, 1987.

Verocai, Iara. Vocabulário Básico do Meio Ambiente. Rio de Janeiro, 1997.


  


Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Centro Nacional de Pesquisa de
Monitoramento por Satélite
Copyright © 1994-2008 - Atualizado em 19-06-2008
Embrapa Monitoramento por Satélite
Av. Soldado Passarinho, 303
Fazenda Chapadão CEP 13070-115 Campinas, SP, Brasil
Fone: +55 (19) 3211-6200 Fax: +55 (19) 3211-6222
.